quarta-feira, 10 de março de 2010

Um Dueto ao Piano com a Rainha

Na minha sala, desde que sou gente, sempre existiu o piano. Ao piano expurgo o mau olhado, os fantasmas que me assolam. Ao piano me renovo em cada escala. Ao piano faço canções de amor. Ao piano me encontras-te naquele dia, com o sol entrando pelas janelas .


Estamos tão enamorados; esqueci o teclado para dedilhar o teu corpo harmonioso e tão desejado.

Gosto de me sentir apertado quando te abraço e beijo o pescoço perfumado. Deliro com teu delirio ao sentir os teus seios, na palma da minha mão, afinados de desejo...



Quando viajo em ti, a viagem fica tão bela como se fosse a primavera despontando, cheia de vida, com tanta vida...Gosto do teu mel; na flor do teu prazer me embriago soletrando canções de amor, onde tu e eu fomos UM, dueto de bem querer...











7 comentários:

  1. É tão bom vir aki logo cedo e ver esse teu amor tão intenso e com essas imagens então...a imaginação voa....


    Beijos amor.

    ResponderEliminar
  2. felina...

    E eu gosto da tua presença, sempre tão doce...

    beijinhos

    amor

    ResponderEliminar
  3. Muito obrigado pelo teu comentario

    UM BEIJINHO DO TAMANHO DO UNIVERSO

    ResponderEliminar
  4. marianinha,

    Obrigado por tao gentil visita.

    bejinhos

    Amor

    ResponderEliminar
  5. Tanta sensualidade e melodia...amei

    ResponderEliminar
  6. Foxy,

    Obrigado.Beijos e muito gozo em cada sonho de vida...

    ResponderEliminar
  7. Um piano pode marcar o ritmo de um doce momento de prazer

    ResponderEliminar